No Campeonato da Europa de Estrada, que se irá realizar entre os dias 7 e 10 de julho, serão 10 os títulos em disputa, entre contrarrelógios e provas de fundo. Durante estes dias, estarão em competição em Anadia alguns dos melhores atletas do mundo nas respetivas categorias, oriundos de 35 países.

As corridas começam na quinta-feira, dia 7 de julho, altura em que terão lugar os contrarrelógios individuais. O contrarrelógio individual de juniores femininas terá lugar entre as 10h00 e as 11h00 e o de juniores masculinos entre as 11h00 e as 12h00. À tarde teremos os contrarrelógios de sub-23. Entre as 15h00 e as 16h00 serão as femininas a competir, com os masculinos a disputarem a respetiva prova entre as 16h00 e as 17h25. Na quinta-feira, dia 8, teremos os contrarrelógios mistos. Entre as 10h00 e as 11h00 será o de juniores, e entre as 11h30 e as 12h30 os de sub-23,

No fim de semana teremos as provas de fundo. Sábado, dia 9, será dedicado às provas de fundo de juniores masculinos e femininos. Entre as 10h00 e as 12h30 serão as femininas a competir e entre as 14h00 e as 17h10 os masculinos. No domingo, dia 10, serão as provas de fundo de sub-23 masculinos e femininos a encerrar os Campeonatos da Europa de Estrada. Primeiro, entre as 10h00 e as 12h50 as femininas e entre as 14h00 e as 17h30 os masculinos.

Nestes Campeonatos da Europa esperam-se atletas de grande nível em todas as categorias (juniores e sub-23) e setores (masculino e feminino). Em juniores femininos o maior destaque vai para a francesa Eglantine Rayer, a corredora desta categoria que tem tido melhores resultados a nível mundial durante este ano. No Campeonato do Mundo do ano passado foi sétima classificada na prova de contrarrelógio e oitava na prova de fundo. A francesa foi também terceira no Campeonato da Europa e é a atual campeã nacional de fundo e contrarrelógio. Em destaque na lista de inscritos provisória estão ainda a belga Febe Jooris, campeã belga de contrarrelógio, Nienke Vinke, campeã nacional neerlandesa de fundo e contrarrelógio, e a sua conterrânea Nienke Veenhoven (NED), vencedora da Gent Wevelgam de juniores femininas. De realçar ainda a campeã nacional de fundo da Alemanha, Justyna Czapla, e a seleção nacional italiana, que trará atletas de qualidade, entre elas Francesca Pellegrini, Eleonora Ciabocco e Gaia Segato.

Na categoria de juniores masculinos os nomes também são de peso e irão certamente tornar esta corrida num momento emocionante. O maior destaque vai para Emil Hezog, da Alemanha. O corredor é o atual campeão nacional de fundo, venceu a Corrida da Paz e foi oitavo no contrarrelógio e 12.º na prova de fundo, dos europeus do ano passado. O corredor alemão venceu ainda o contrarrelógio do Pays de Vaud. Portugal também contará com um candidato que tem mostrado a sua qualidade a nível internacional. António Morgado foi segundo na Corrida da Paz na geral e também no Tropheé Morbihan. António Morgado foi também quarto classificado no Pays de Vaud e sexto na prova de fundo do Campeonato do Mundo do ano passado. O ciclista português ainda veste também a camisola de campeão nacional de contrarrelógio, conquistada no ano passado. Além destes dois atletas, é importante destacar Mathieu Kockelmann o campeão nacional de contrarrelógio do Luxemburgo, Johannes Kulset (Noruega), segundo no Pays de Vaud e terceiro no Tropheé Morbihan, Romet Pajur (Estónia), vencedor da Ronde van Vlaanderen de juniores, e Jan Christen (Suíça), vencedor do Pays de Vaud. Destaque ainda para as seleções de Itália, França, Bélgica e também de Portugal.

Em sub-23 femininos, a francesa Marie Le Net será uma das corredoras a ter em conta nestes europeus, tendo sido quarta classificada na geral do Tour de Bretagne e sétima na Dwars door Vlaanderen. Destaque ainda para Vittoria Guazzini (Itália), vencedora do contrarrelógio dos Jogos do Mediterrâneo, vencedora do Tour de Bretagne e dos europeus de contrarrelógio do ano passado. Outros nomes de relevo são Shirin Van Androoj (Países Baixos), Shari Bossuyt (Bélgica) e Ricarda Bauernfeind (Alemanha), todas com resultados de grande importância a nível mundial. Nesta categoria de sub-23 femininas, é ainda importante sublinhar a qualidade dos coletivos dos Países Baixos e de Itália.

Lennert Van Eetvelt será uma das grandes estrelas presentes na categoria de sub-23 masculinos. O corredor belga foi segundo classificado na Volta a Itália de sub-23 e vencedor da Corrida da Paz de sub-23. Lennert Van Eetvelt foi também nono no Campeonato da Europa de contrarrelógio e quinto na prova de fundo. A seleção francesa também trará um alinhamento bastante forte, com vários atletas de grande nível mundial, entre eles Ewen Costiou, Paul Penhoët e Enzo Paleni.

Destaque ainda para o belga Alec Segaert, vencedor da prova de fundo dos europeus no ano passado, para o checo Mathias Vacek, atual campeão nacional de contrarrelógio, Matias Malmberg (Dinamarca), um atleta que tem brilhado nas competições de pista, integrando a equipa de perseguição da Dinamarca, e Casper Van Uden (Países Baixos), vencedor de uma etapa Tour de Bretagne e duas etapas no Tour de Normandie. No coletivo, é importante destacar os conjuntos dos Países Baixos, Noruega, República Checa, Bélgica e França.

GUIA TÉCNICO

©2022 UEC JUNIORS & U23 EUROPEAN CHAMPIONSHIP

Log in with your credentials

Forgot your details?