Não é só de Itália que se fala nestes Campeonatos da Europa de Pista de Juniores e Sub-23, mas mantém-se como a equipa que mais ganha. Se é verdade que a seleção “azzurra” continua a somar bons resultados (mais três medalhas de ouro e já são 13 ao todo), depois de um domínio quase completo no sábado, desta feita “partilhou” um pouco mais a ribalta.

O domingo até começou melhor para a Alemanha, a segunda nação que mais vence nestes Europeus (sete ouros). No contrarrelógio de 500 metros juniores feminino, a campeã da Europa foi Clara Schneider, com o tempo de 34.918 segundos, com a compatriota Lara-Sophie Jäger a conquistar a medalha de bronze (36.127). A de prata foi para a belga Julie Nicolaes (35.177).

Na velocidade individual masculina – e aqui começou mais uma senda de vitórias de Itália -, Mattia Predomo foi claramente superior ao polaco Marcin Marciniak na final, com o alemão Danny-Luca Werner a bater o checo Matej Hytych na luta pelo terceiro lugar.

No omnium feminino, Federica Venturelli conquistou o título apesar de uma última prova (a corrida de pontos, 15ª) menos conseguida. Porém, as exibições da italiana no scratch (primeira classificada), na tempo race (segunda) e na elimininação (primeira), foram decisivas para ganhar a medalha de ouro. Terminou com 147 pontos, com Doriane Kaufmann (França) a somar 113 e a britânica Grace Lister, 107.

Na categoria de sub-23, Silvia Zanardi conquistou mais um título europeu para a seleção italiana. Na corrida por pontos – marcada por uma queda que envolveu muitas atletas -, a partir do momento em que Zanardi conseguiu dar uma volta de avanço, juntamente com a neerlandesa Daniek Hengeveld, a ciclista italiana foi muito competente no controlo da sua vantagem, apesar das tentativas de Hengeveld de ultrapassar a rival nos sprints que se seguiram. Ambas acabariam por dar mais uma volta de avanço ao pelotão e assim se afirmarem como as duas melhores da prova.

No derradeiro sprint desta prova, a francesa Kristina Nenadovic assegurou a medalha de bronze, terminando com 38 pontos, contra os 57 de Hengeveld e os 63 de Zanardi.

Na velocidade individual feminina, Alessa-Catriona Pröpster, da Alemanha, conquistou o título europeu, com as francesas Julie Michaux e Taky Marie Divine Kouame a ocuparem os restantes lugares no pódio, com esta última a ser mais forte que a ucraniana Oleksandra Lohviniuk na disputa da melhada de bronze.

Voltando ao escalão júnior e para terminar o quarto dia de competição, Elmar Abma conseguiu dar o primeiro título europeu destes campeonatos aos Países Baixos. Numa prova de omnium muito disputada nesta categoria de juniores, após o scratch, tempo race, eliminação e corrida por pontos – disciplinas que compõem o omnium -, o neerlandês somou 116 pontos, contra os 107 do britânico Noah Hobbs e o ucraniano  Daniil Yakovlev 102.

Por decidir está a corrida por pontos de sub-23. O colégio de comissários irá analisar a prova, tendo a classificação final ficado suspensa.

©2022 UEC JUNIORS & U23 EUROPEAN CHAMPIONSHIP

Log in with your credentials

Forgot your details?